Fatos Curiosos sobre Nudez

Compartilhe

Para quem curte curiosidades (ainda mais sobre sexo!), veja esta matéria que selecionamos para você:

  • Você estranhou as “tangas” dos espartanos no filme 300, de Zack Snyder? Pois saiba que os espartanos não usavam aquele tipo de tanga, eles combatiam nus (dizem que para criar resistência ao frio.
  • Nos jogos olímpicos da antiguidade, os atletas competiam nus e os juízes estavam geralmente despidos: era uma forma de atestar a não participação de mulheres nas competições.
  • Os banhos públicos (as famosas termas) eram uma verdadeira instituição na antiga Roma. Havia banhos separados para homens e mulheres. Os banhos mistos foram mais comuns durante o Império.
  • Segundo a Bíblia, Adão e Eva – o primeiro casal criado por Deus – não tinham vergonha de sua nudez. A vergonha só teria surgido depois que eles comeram o fruto proibido da árvore do “conhecimento do bem e do mal”. Só então eles se deram conta de que estavam nus e tiveram vergonha de seus corpos.
  • Os antigos cristãos eram batizados nus em piscinas nas noites de sábado santo. Eles saiam da água nus “como Adão e Eva” e “renascidos para a vida eterna”. Tal costume durou mais ou menos até o século IX.
  • As termas continham os chamados caldarium (locais para banhos de água quente), frigidarium (banhos de água fria) e sudatorium (uma espécie de sauna). Os romanos banhavam-se diariamente.
  • Apesar de terem sido usadas pelos romanos, as saunas praticamente desapareceram da Europa. Só retornaram à moda no século XII, trazidas do Oriente pelos cruzados. Elas, porém, voltaram a rarear com as epidemias que atingiram o continente europeu.
  • Na Idade Média, as pessoas dormiam nuas. Quer dizer, nem tão nuas assim: elas usavam gorros para se protegerem do frio. Marido, mulher, filhos e mesmo as visitas compartilhavam o mesmo leito.
  • O papa Adriano VI (1 522-1 523) ameaçou destruir a Capela Sistina, no Vaticano, por não se conformar com tamanha quantidade de corpos nus, em todas as posições, pintados por Michelangelo. Felizmente, Adriano VI morreu antes de dar cumprir o seu intento.
  • O naturismo é uma filosofia e um conjuntos de princípios que prega a harmonia com a natureza, a vida ao ar livre, o consumo de alimentos naturais e a prática nudista. Em poucas palavras, ser naturista não significa apenas adotar o nudismo, mas seguir uma ética de respeito ao meio ambiente, ao outro e a si mesmo.
  • Oficialmente, existem 10 praias de nudismo no Brasil, mas acredita-se que esse número seja bem maior – algo em torno de 300. Uma das mais antigas e conhecidas é a Praia do Pinho, em Balneário Camboriú, Santa Catarina.
  • Alguns grupos naturistas pregam que o corpo humano foi a maior criação de Deus e, por isso, não é vergonhoso mantê-lo descoberto. São os “naturalistas cristãos”.
  • A primeira cena de nu frontal do cinema brasileiro foi feito pela atriz Norma Bengell, no filme Os Cafajestes, de 1 962.
  • Existe uma brincadeira coletiva chamada No Pants Day (algo como Dia Sem Calças). Iniciada em Nova York em 2 002, a brincadeira propõe que os participantes cheguem vestidos ao metrô e tirem as calças nas plataformas e vagões. Cerca de 3 000 pessoas circulam só com a roupa de baixo pelo metrô novaiorquino. A brincadeira já se espalhou para 16 países e 43 cidades.
  • Os moradores da cidade de Laguna Niguel, no sul da Califórnia, organizam há 30 anos um evento chamado “Mooning Amtrak” (“Mostrando o traseiro para o Amtrak”, em tradução livre, numa referência à empresa de trens Amtrak). O evento ocorre sempre em um dia específico do mês de julho e consiste basicamente em baixar as calças e mostrar as nádegas para os passageiros de um trem que cruza a região. O último “Mooning Amtrak” contou com a participação de 10 mil bundas ,digo, participantes.
  • A documentarista Caroline Pochon e o jornalista Allan Rothschild lancaram na França um documentário e um livro chamados La Face Cacheé des Fesses (“A Face Oculta das Nádegas”, em tradução livre), duas obras sobre, como o próprio nome indica, a influência das nádegas na história da humanidade.
  • Responda: como se chama o ato de correr nu em locais públicos (normalmente com grande concentração de público)? Não sabe? Pois ele é chamado de streaking. O streaker (praticamente do streaking) se esconde em um local onde não é visto, tira toda a roupa e sai em disparada pelas ruas, estádios ou parques. A prática teve início nos anos 70 e ainda hoje tem simpatizantes.
  • Uma empresa russa resolveu lançar em 2 014 uma campanha para mostrar como os anúncios publicitários com nus chamam a atenção. Para isso, ela afixou num caminhão um cartaz com um par de seios e a chamada “Eles atraem”. O problema foi que o caminhão provocou 517 acidentes nas ruas de Moscou. A empresa teve o veículo apreendido e ainda foi obrigada a indenizar todas as vítimas.
  • No Brasil, andar nu em locais não permitidos (uma grande avenida do Rio, por exemplo) é considerado crime de atentado violento ao pudor.
  • Existe uma lei em Singapura que proíbe os cidadãos dessa cidade-Estado de andarem nus dentro de casa. Já andar de cueca pode render três meses de prisão para o “infrator”.

Fonte: Site de Curiosidades

O post Fatos Curiosos sobre Nudez apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Aprendendo com as estrelas do mundo pornô

Compartilhe

Há muitas coisas que as estrelas pornô fazem que você definitivamente não quer levar para o quarto, mas isso também não significa que não há nada que elas façam que não esteja presente na lista de o que os homens adoram para aprendermos com elas.

Leia também:
– Dicas de Profissionais do Sexo
– Como fazer um Strip Tease de sucesso
– Uma aula sobre Garganta Profunda

Há muitas dicas de sexo que você pode (e deve) aprender com as estrelas pornô e que irão te transformar em uma deusa. Não tem a ver com técnicas específicas, mas sim com um novo tipo de comportamento que os homens adoram e, cá entre nós, você verá que todas as mulheres deveriam ter, como por exemplo:

Agir Como se Quisesse Fazer em Todos os Lugares

Sim, eu sei que nos filmes pornôs elas estão atuando, todas sabemos disso. Mas você já viu como elas se comportam como se quisessem sexo em qualquer momento, em qualquer lugar e de qualquer forma? Alguns filmes são até mais cativantes, em virtude disso.

Não estou dizendo que você tem que sair por aí fazendo sexo toda hora e em qualquer lugar, mas sim, quando for dar início a sua relação sexual, passe a agir dessa forma. Seja a “pegadora”, aquela mulher insaciável que está louca de vontade para agarrar seu homem.

O que os homens adoram é, por exemplo, quando estiver dando um boquete a ele, você agir como se fosse a única coisa que está acontecendo no mundo e como se fosse a última coisa que você vai fazer na vida. Da mesma forma, quando for fazer sexo, aja como se o mundo fosse desmoronar, arrase.

Nas primeiras vezes, você verá que ele irá adorar – e você apenas vai achar interessante. Mas, depois de um tempo, você irá perceber o quanto você realmente estará querendo sim, a qualquer hora, em qualquer lugar e de qualquer forma.

Não Se Apegar a Detalhes

Atrizes pornô não se preocupam se estão com celulites nem se tem estrias demais (ou qualquer outra coisa) – e você deveria fazer o mesmo. Homens não se apegam a esses detalhes. Se você está tímida em ficar por cima porque acha que ele vai ver algum detalhe no seu corpo que você não gostaria, você está redondamente enganada. O que os homens adoram é quando a mulher não se preocupa com isso e se liga somente no sexo.

Se você entender isso, poderá se comportar como se fosse uma deusa, como se aquele fosse o melhor sexo que o seu parceiro irá receber e que ele está tendo a honra de fazer com você. Você precisa se enxergar como uma mulher divina.

Entender o Visual

O que os homens adoram em relação ao seu visual? Belas roupas e  um rosto cheio de maquiagem? Não, nada disso. Você já viu alguma estrela pornô fazer essas coisas? Não (e milhões de homens as assistem nesses filmes)!

Homens são criaturas visuais, mas visuais naquilo que os interessa. Se ele está querendo fazer sexo, as coisas sexuais são o que vão chamar a atenção dele.

Não invente de querer apagar a luz, o que os homens adoram enquanto fazem sexo com você é poder ver o seu corpo. Se quer investir no visual, procure lingeries ou fantasias. Esse sim é um look que vale a pena investir para um homem. Salto alto também agrada muito!

Falar “Sacanagem”

Esse é o elemento que nunca irá faltar em um filme pornô. Por acaso você já viu algum em que a mulher não fale nada com relação ao sexo? Dificilmente.

Os homens gostam de ouvir sacanagem (essa é uma realidade). Se sua preocupação ainda é a velha preocupação de que “meu homem vai me achar uma vadia”, tire isso da cabeça. Ele vai achar mesmo e vai te adorar por isso! Você está no século XXI, isso não deveria ser mais um problema.

Fonte: site Irresistível

O post Aprendendo com as estrelas do mundo pornô apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Coisas que os Homens não suportam na mulher

Compartilhe

Os homens não suportam que as mulheres critiquem os seus amigos, fiquem sempre com a cara fechada, sejam controladoras, dependentes, não sejam femininas, não se depilem, não queiram fazer sexo, etc… Existem algumas coisas que os homens não suportam em uma mulher, e isso faz com que a paixão vá acabando progressivamente.

Leia também:
– O que faz você perder o tesão na hora H?
– Por que alguns relacionamentos não engrenam?
– Você é uma pessoa ciumenta?

Mas as mulheres também tem reclamações a fazer… Vamos conferir quais são as coisas que eles mais odeiam nas mulheres? Entre elas estão:

Criticar seus amigos

Se a mulher com quem esteja começando um relacionamento critica os seus amigos, pode ser algo que chegue a fazer com que ele desista de continuar com ela. Os homens não suportam que falem mal de seus amigos, e muito menos que quem o faça seja a sua parceira.

A falta de depilação

Pelos nas pernas ou axilas em uma mulher fazem com que a paixão do homem vá se acabando. Tanto no começo de um relacionamento como no decorrer, é desaconselhável que a mulher não se depile, já que isso pode parecer um pequeno detalhe, mas que vai totalmente contra a erotização. Com a mulher acontece a mesma coisa… Elas gostam de higiene e um cara bem cuidado. Então esta dica também serve pra você!

Sem opinião própria

Os homens preferem as mulheres que sabem o que querem que tenham uma opinião formada sobre diversos assuntos e se expressam sem nenhum tabu. Que correm atrás do que querem.

Não é verdade que eles gostam das mais tontas, que não sabem de nada, não expõem o que pensam, estão sempre de acordo para não o contradizer. É possível que eles prefiram este tipo de mulher apenas para passar um tempo, para ter relações sexuais, mas nada além disso.

A cara fechada

Eles detestam as mulheres que ficam com a cara fechada. Por isso, se você realmente tem interesse em manter um relacionamento com ele, é melhor manter um belo e grande sorriso, que além de agradá-lo sempre fica melhor e te deixa mais bonita.

A dependente

Os homens não gostam das mulheres que dependem deles para tudo. Que não são capazes de tomar decisões por conta própria e que precisam deles para tudo. Isso os faz sentir mal, sufocados e sem nenhuma liberdade.

A controladora

Eles odeiam as mulheres que sentem muitos ciúmes, que os controlam constantemente e que ficam ligando para eles o tempo todo para saber onde e com quem estão, o que fazem, etc. Igual ao caso das dependentes, as controladoras não os deixam respirar, os sufocam e isso é algo que eles realmente não gostam.

A desligada

Os homens também gostam que a sua parceira de vez em quando dê atenção a eles. Um jantar, uma nova lingerie para um encontro, presentes, etc. Algo que demonstre interesse, preocupação, amor e paixão.

Aquela que nega sexo com frequência

Para os homens, o sexo é uma parte fundamental do relacionamento, sem dúvida alguma muito mais do que para as mulheres. Por isso, é importante estar sempre disposta e preparada para o sexo e não para negá-lo, já que se cada vez que se ele tentar se aproximar a resposta for negativa, o resultado será que ele procurará outra que esteja mais disposta.

A pouco feminina

Os homens gostam que as mulheres sejam femininas, delicadas e que se cuidem. Por isso, é comum que a maioria dos homens prefira as mulheres de cabelo comprido, que usam saltos, saias, bons perfumes, maquiagem, etc. É importante cuidar da aparência, imagem, mas sem exageros, sendo o mais feminino e natural possível.

Íntima demais

Eles não suportam que a mulher faça as suas necessidades com a porta aberta, e isso vai muito mais além do tempo que eles estão juntos. Não importa se estão começando ou se estão juntos há anos. O banheiro é um lugar íntimo, aonde cada um faz as suas coisas com privacidade, e o outro não tem que participar.

Você concorda com todos estes itens? Você se enquadra em algum?

Agora deixe aqui sua opinião nos comentários e vamos fazer um texto sobre “As coisas que as mulheres não gostam que os homens façam”.

Fonte: site Irresistível 

O post Coisas que os Homens não suportam na mulher apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Higiene Íntima Masculina: cuidados essenciais

Compartilhe

A última coisa que você quer quando vai com alguém para a cama é descobrir que ela não é um fã de higiene íntima. Puxar para baixo uma calcinha ou cueca e subir aquele forte cheiro que envergonharia qualquer dono de peixaria é péssimo, para qualquer um dos lados de um relacionamento (já imaginou a cena?).

A higiene masculina exige tantos cuidados quanto a feminina. Manter a região dos genitais limpa é muito importante para a saúde corporal e para a vida sexual do homem. De nada adianta cuidar do visual, da pele ou do cabelo; se preocupar com pegada, sexo e fetiche, se a parte principal não tem atenção adequada, entende?

Um homem cujo pênis e região genital cheia mal é simplesmente fora de cogitação. E o pior é que uma mulher que pega um cara assim, vai passando a (má) informação adiante. Você não quer ficar “famoso entre as mulheres” neste quesito, né?

A maioria passa uma água no pênis na hora do banho e  “pronto, tá bom”. Higiene íntima também é importante para evitar doenças graves na região. Será que se os homens soubessem que a limpeza do local é uma das principais maneiras preventivas do câncer do pênis, não capricharia mais na hora de higienizá-lo?

” Só no ano de 2006 foram mil amputações do órgão pelo SUS devido ao problema de câncer peniano (Sociedade Brasileira de Urologia)

Não é só a nossa pele do rosto que possui glândulas sebáceas. A glande (cabeça do pênis)  e o prepúcio (pele) também as contêm. Em alguns pênis, elas são mais dilatadas e parecem bolinhas brancas pequenas. Essas glândulas, são essenciais, já que liberam substâncias pra proteção e lubrificação. Essas substâncias são pastosas, brancas, e tem uma química semelhante a do queijo, assim sendo,  têm um cheiro característico. Estou falando do ESMEGMA. Entretanto, seu acúmulo causa um odor péssimo e forte, além de um ambiente próspero para infectar e inflamar.

Para evitar infecções, inflamações e odores indesejados na área dos genitais, é importante seguir algumas regras de higiene masculina. Esses problemas, além de serem incômodos, podem atrapalhar muito na hora do sexo. Saiba como evitá-los:

Veja dicas para uma higiene masculina impecável

Lave as mãos

Lavar as mãos antes de ir ao banheiro pode parecer estranho, mas é um hábito de higiene masculina recomendado. Isso porque, ao tocar o pênis com as mãos sujas, você leva as bactérias e fungos para a região genital. Por isso, lavar as mãos é fundamental para diminuir o risco de contrair doenças.

Enxugue o pênis

Apesar se não ser a atitude mais prática, enxugar o pênis com o papel higiênico é um hábito necessário. Isso porque, quando sobram resíduos de urina na cueca, aumenta o risco da proliferação de germes no local, contribuindo para as infecções fúngicas. Isso sem falar no incômodo do mau cheiro ocasionado pelo acúmulo de gotinhas de xixi.

Use sabonete no banho

Na hora do banho, dedique uma atenção especial para lavar o pênis. Para realizar a higiene masculina completa nessa região, a recomendação é retrair o prepúcio (pele que recobre a cabeça do pênis), e lavar bem a área da glande com sabonete. Por fim, é preciso enxaguar todo o genital. Durante o banho é necessário que toda a região genital e anal seja higienizada, afinal você não sabe por onde os lábios de sua parceira irão passear depois…

Retire o excesso de pelos

depilação masculinaA recomendação para uma higiene masculina adequada é retirar apenas o excesso de pelos. Depilar completamente os pelos pubianos não é a melhor alternativa, pois os fios têm a função de proteger o organismo, especialmente na região genital.

Esteticamente falando, é importante aparar um pouco a área, pois nos fios há glândulas que produzem suor e gorduras para lubrificar a pele. Elas são as responsáveis por ocasionar mau odor, que não é agradável para ninguém.

Use camisinha

Use preservativos sempre na hora do sexo. Ele é a barreira mecânica entre os germes e a pele do seu pênis. Vista-se! E mesmo se vestindo, escolha bem sua parceira sexual, afinal você não quer ganhar grátis uma DST – Doença Sexualmente Transmissível. O chato (pediculose pubiana), por exemplo, é uma doença transmitida mesmo com a camisinha.

Evite calças e cuecas apertadas

Além de elevar a temperatura na área, pode causar traumas na pele do saco escrotal. Lembre-se e inspire-se nos índios: andam completamente nus.

Cuecas estilo samba-canção são mais aconselháveis para a higiente íntima masculina por apertarem menos a região escrotal masculina. Isso pode inclusive influenciar na qualidade do sêmen produzida pelo organismo masculino.

Além de serem mais confortáveis, elas possibilitam uma melhor circulação de sangue e de ar na região, evitando o acúmulo de umidade. Prefira cuecas de algodão que possibilitam uma melhor transpiração da área.

Após a relação

A higiene íntima masculina é essencial logo após a relação sexual. É claro que você não precisa ser insensível e sair correndo da cama logo que a relação terminar, mas lembre-se de fazê-la. Doenças causadas por fungos, como a candidíase podem ser evitadas pelo simples ato de lavar pênis após a relação. Isso pode ajudar também a remover os resíduos de esperma, o excesso de lubrificante do preservativo e para retirar o muco de lubrificação natural da mulher. Estas substâncias podem ser responsáveis pela proliferação de bactérias e fungos na região.

Homem circuncidado tem que ter uma higiene íntima diferente?

Homens circuncidados tem de ser ainda mais cuidadosos sobre a higiene íntima porque lhes falta o prepúcio que protege a glande do suor, poeira e todos os tipos de substâncias que não devem entrar em contato com o pênis. Alguns homens escolhem circuncisão precisamente porque eles pensam que perder o prepúcio ajuda a manter o pênis limpo.

No entanto, há um debate em curso entre os especialistas sobre os riscos e benefícios da circuncisão. Muitos médicos dizem que a remoção do prepúcio de proteção é menos higiênica e expõe a glande para várias bactérias que causam infecções do trato urinário. Ao mesmo tempo, outros médicos afirmam que as armadilhas de esmegma e sujeira no prepúcio são péssimas, e homens não circuncidados não são poupados do risco de infecções. O que tudo isso significa? Cuidado redobrado.

Outras dicas importantes 

Pratique exercícios físicos na medida

Faça exercícios físicos regulares, mas não fique mais de três ou mais horas seguidas. Você pode aquecer o corpo, e assim, os testículos.

Esqueça o cigarro

Cigarro, maconha e cocaína reduzem o número de espermatozoides, e assim a sua fertilidade. Além disso, o cigarro piora a circulação, e consequentemente,  a sua ereção.

Auto-exame

Não falamos  do exame da próstata. Você pode checar seus testículos e a região peniana e ver se não há alguma anormalidade no local. Procure examinar e conhecer cada parte de seu corpo.

Na checagem, procure por: verrugas, bolinhas, ferimentos, manchas, microrganismos (encontrados grudados nos pelos). Repare também se há secreção branca,amarelada ou esverdeada no canal do pênis. Médico imediatamente.

Importância da higiene masculina para o sexo

Não é segredo para ninguém que a higiene é fundamental na hora do sexo. Assim como odores ruins provenientes da vagina podem afetar a relação, as mulheres também se incomodam com o mau cheiro. Além disso, se você não manter a higiene adequada, pode acabar prejudicando sua parceira, além de colocar em risco sua saúde.

É importante ter cuidado com as infecções, para que elas não sejam compartilhadas através da troca de secreções. Na hora da relação, é fundamental haver total sinceridade sobre qualquer problema genital. Além disso, se você estiver sofrendo com alguma condição relacionada aos genitais, não hesite em procurar auxílio médico.

Fonte: site Doutíssima / Beleza Masculina / Vivo mais saudável 

O post Higiene Íntima Masculina: cuidados essenciais apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Fatos sobre a Ejaculação Feminina

Compartilhe

A ejaculação feminina é um dos temas mais controversos da sexualidade. Enquanto muitas mulheres dizem ejacular com relativa facilidade, outras tantas fazem de tudo para conseguir sem sucesso. Muita gente acha que a ejaculação feminina não existe e não passa de urina ou lubrificação vaginal. Outras pessoas acreditam que somente uma minoria de mulheres têm a capacidade de ejacular.

Tendo em vista tantas dúvidas, vamos explicar 10 fatos importantes que você precisa saber sobre a ejaculação feminina.

A ejaculação feminina existe

Embora o assunto seja muito controverso entre os médicos e cientistas, a ejaculação feminina realmente existe. A dificuldade em comprovar a existência da ejaculação feminina se dá pelo fato de que os médicos não conseguem entender de onde vem o fluído. Apesar de ainda inconclusivo, acredita-se hoje que as verdadeiras responsáveis pela ejaculação feminina sejam as glândulas de Skene, que ficam próximas ao clitóris e a abertura da uretra.

A ejaculação feminina não é realmente uma ejaculação

As mulheres, obviamente, não possuem todo o aparato necessário para ejacular. A ejaculação feminina se trata somente de um líquido expelido pela uretra quando as glândulas de Skene são estimuladas, mas ficou popularmente conhecida por esse nome por sair como um jato, geralmente durante o clímax sexual, de forma muito semelhante à ejaculação masculina.

Lubrificação vaginal e ejaculação feminina são coisas diferentes

Muitas pessoas acreditam que a ejaculação feminina não passa de lubrificação excessiva durante o orgasmo. É verdade que algumas mulheres produzem muita lubrificação e, durante o orgasmo, com a contração da vagina, bastante líquido pode ser expelido. No entanto, a ejaculação feminina é um fenômeno completamente diferente e só acontece durante o clímax sexual, se assemelhando muito ao ato de fazer xixi. Ao contrário da lubrificação vaginal, o fluído da ejaculação feminina tem uma consistência aquosa, é transparente e tem cheiro diferente.

A ejaculação feminina não contém urina

Embora seja possível, é muito difícil tanto para homens quanto para mulheres conseguir urinar durante um orgasmo. Os músculos da região pélvica se contraem, impedindo a saída de urina. O motivo por que as mulheres sentem vontade de urinar perto da ejaculação é porque as glândulas que secretam o líquido ficam muito próximas a uretra. Na verdade, mesmo sem ejaculação, qualquer estímulo na região do clitóris pode provocar uma intensa sensação de vontade de urinar. Se você tem dúvidas, basta esvaziar a bexiga antes para ficar com a consciência tranquila. A composição da ejaculação feminina já foi muito estudada e se assemelha muito mais à composição dos fluídos prostáticos expelidos pelos homens do que a urina.

Quase todas as mulheres são capazes de ejacular

Como todas as mulheres possuem glândulas de Skene, todas são aptas a ejacular. Algumas têm mais facilidade que outras, mas com o devido aprendizado, a não ser que haja algum problema ou doença, não há nenhum motivo para acreditar que você, sua parceira ou qualquer mulher não possa ejacular.

A ejaculação feminina não é sinal de doença

Não há nenhuma ligação entre a ejaculação feminina e nenhum tipo de doença. Há muitas mulheres perfeitamente saudáveis capazes de ejacular, incluindo mulheres idosas e mulheres jovens, o que indica que a ejaculação feminina também não tem nenhuma relação com doenças relacionadas à idade ou à menopausa.

Um orgasmo com ejaculação não é mais intenso

A sensação de expelir líquido durante o orgasmo pode ser muito boa, mas o orgasmo em si não é necessariamente mais intenso só por causa da ejaculação feminina. Além disso, para conseguir ejacular, é preciso estimular a região da uretra, que fica muito próxima ao clitóris e às glândulas parauretrais, o que proporciona muito prazer. No entanto, não há nenhuma relação direta entre a intensidade do prazer e a presença da ejaculação.

A ejaculação feminina não é como nos filmes pornô

Não se decepcione se você ou a sua parceira não soltarem jatos quilométricos de fluído. A ejaculação feminina é um jato e pode sair com mais ou menos intensidade e volume de mulher para mulher, mas jamais do modo exagerado como aparece nos filmes. As atrizes pornô geralmente bebem muita água antes de filmar e urinam durante a cena, para simular uma ejaculação. Outras colocam água na vagina e contraem o músculo pélvico para expelir, explicando por que tanta gente acha que a ejaculação feminina sai da vagina.

Estimular o ponto G não é a única forma para conseguir ejacular

Há um mito de que o único modo de alcançar a ejaculação feminina é estimulando o ponto G. É verdade que essa é uma das formas mais populares, até mesmo porque o ponto G fica extremamente próximo das glândulas que secretam a ejaculação feminina. No entanto, é perfeitamente possível ejacular com estimulação somente externa, pressionando o clitóris e a uretra, por exemplo.

 

Embora o líquido da ejaculação feminina em si tenha chances incrivelmente baixas de transmitir qualquer doença, é possível que ele se misture com outros fluídos, incluindo partículas de sangue de fraturas microscópicas na pele. Você provavelmente não vai pegar nenhuma doença se sentar em um lençol molhado, por exemplo, mas a não ser que tanto você quanto o seu parceiro ou parceira façam exames de sangue periódicos contra DSTs, não deixe de se proteger tanto na penetração quanto no sexo oral.

Fonte: Jarrid Arraes – site Lugar de Mulher 

O post Fatos sobre a Ejaculação Feminina apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Ele não gosta de fazer sexo oral. O que fazer?

Compartilhe

Com frequência recebemos relatos de seguidoras que contaram sobre seus parceiros que não curtem fazer sexo oral. Diante de tantas perguntas, pesquisamos para você esta interessante (e divertida) matéria do site Manual do Homem Moderno que fala os principais motivos pelos quais os homens não gostam de fazer sexo oral nas mulheres e também as “soluções” apontadas para contornar as situações. Vamos conferir?

Quase metade dos homens tem nojo de fazer sexo oral na parceira. Este número alarmante e assustador (não só para mim como, principalmente, para as mulheres) foi revelado pela pesquisa da empresa Sex Wipes. Segundo ela, 43% dos caras em São Paulo não realiza esta modalidade de sexo com a parceira.

O estudo entrevistou 1252 homens heterossexuais e sexualmente ativos com idades entre 18 e 30 anos (ou seja, a parte que realmente está ‘trabalhando’ na área). Destes, 78% afirmou receber sexo oral frequentemente na relação, enquanto quatro em cada 10 não praticava de volta (o famoso só o Venha a nós o que interessa).

Dos ‘bravos’ que realizam a modalidade com frequência, 35% revelou sentir nojo durante a prática. A justificativa para fazer o ato contra a própria vontade é o medo de ser considerado gay (???) ou ser traído. O grande incômodo para estes caras é o cheiro ou aspecto da vagina.

Pode ser que a responsável pela pesquisa, uma empresa que vende lenços umedecidos, esteja forçando a barra para empurrar seus produtos como solução para a luz no fim do túnel do prazer feminino. “Elimine todos os odores e cheiros, com uma vagina clean, os homens vão voltar a beber diretamente da fonte e seus problemas acabarão!”.

Mas, meu objetivo é outro, é tentar mostrar o quanto as justificativas apresentas para a ojeriza masculina podem cair por terra. Para você que não foi criado no carpete, a leite com pera e que tenha nojinho e asco por estas coisas, recomendo que você leia abaixo e reveja seus conceitos:

Eles dizem que a vagina cheira mal

Você, homem, precisa encarar um fato, vagina tem odores próprios. Depois de um dia de trabalho, balada ou pegar uma academia, a região naturalmente vai concentrar cheiros característicos.

A não ser que você tenha pegado uma mulher que não cultive maus hábitos higiênicos, ou tenha alguma secreção ou fungo naquela região (perfeitamente notável e cuidável, basta a atenção feminina), estes odores são completamente normais.

Como resolver o problema: o cheiro está forte e é difícil de encarar a pequena área? Peça para tomar um banho juntos antes do sexo. Água e sabão fazem milagres e, depois disso, você vai poder brincar à vontade.

Eles dizem que a vagina tem gosto ruim

Você não é nenhuma criança e já desenvolveu maturidade no paladar para mais gostos além do doce e salgado. Assim como você não entendia que tantas pessoas poderiam gostar de uma coisa amarga e ruim como a cerveja (na adolescência), bastou a prática para incorporar o sabor a sua vida.

Lógico que você não precisa virar um ‘sommelier’, para tentar descobrir os nuances e origem de cada uma delas (umas mais adocicadas que lembra frutas vermelhas, outras mais azedinhas, como o limão da pérsia da África meridional), mas com empenho e prática, vai adquirir o gosto pela coisa.

Como resolver o problema: além do banho e de produtos de higiene (caso o gosto realmente não te agrade), muitos especialistas apontam que a alimentação influenciam nos fluidos corporais, bem como na região da vagina. Teste com a parceira ficar um dia com uma dieta vegetariana ou à base de frutas e sinta o resultado juntos (é bem divertido até).

Eles dizem que a vagina é úmida

Não sei quem apontou esta justificativa, mas com certeza não conhece o modus operandi da coisa. Lubrificação feminina (exceto em problemas de saúde) é só um indicativo de que a garota está curtindo o momento, está excitada e quer transar com você.

Diferente dos filmes pornôs, onde o cara não precisa pedir licença e já vai logo entrando sem ‘bater na porta’, o fato dela se lubrificar é ponto fundamental para ela ter prazer. Você deveria encarar isso como um troféu e não sair reclamando por aí por sua gata estar ‘molhadinha’.

Como resolver o problema: cara, a não ser que a lubrificação excessiva seja por problemas de fungos e infecções (acompanhada por coloração amarelada e mau odor), a coisa é simples, você não serve ou gosta da coisa. Pense em abstrair o sexo com elas da sua vida, vá bater um Fifa no Play4, reúna-se com os amigos para jogar futebol ou em um bar e seja feliz.

A vagina tem muito pelo

É lógico que precisa ter um cuidado mínimo na área, pois ninguém merece pegar uma mata fechada e desbravar, mas você precisa deixar de lado o estereótipo das garotas sem pelos dos filmes pornôs.

Normalmente, quem já teve um relacionamento a médio e longo prazo, sabe que o padrão de depilação perfeita é algo comum em datas especiais. O perfil “raspadinha” não funciona na vida real. Homens de verdade não querem decretar o fim deles, podem sim pedir algumas variações durante o relacionamento. Se ela costuma ter uma higiene na área e sabe cuidar da região, sexo oral alí pode ser bem interessante.

Atenção: antes de reclamar dos pelos alheios, você já parou para ver os seus? Que tal dar uma aparada na juba do leão e facilitar ou deixar mais prazeroso o contato dela com seu ‘meninão’?

Como resolver problema: em caso de ‘mata fechada’ e um pouco mais de intimidade com a garota, faça a sugestão de forma carinhosa e não impositiva, propondo você e ela darem uma aparada na área para testar coisas e situações novas.

Eles dizem que a vagina é feia de se olhar

Cara, você já olhou para o seu pau? Ele é uma coisa estranha, muitas vezes torta, às vezes triste só de olhar também. Agora quer reclamar da vagina. Elas lembram flores e são delicadas. É claro, no meio do caminho, você vai encarar algumas maiores, no estilo Steven Tyler, ou mesmo um perfil mais ‘desbeiçado’, como Gene Simmons (baixista do Kiss), mas ainda assim, muito mais bonitas e interessantes do que o pênis masculino. Se elas fazem o esforço, por que você não?

Como resolver o problema: antes de maiores julgamentos, pegue um espelho e olhe para o seu!

Eles dizem que a boca não foi feita pra isso

Se for pensar assim, o ânus também não foi feito penetrar, e mesmo assim você sempre pede para a parceira fazer sexo anal. O sexo oral é uma consequência de estímulos que fazemos a elas e que iniciam com o beijo. Além de proporcionar prazer à parceira, isto acelera sua excitação e contribui para que a transa fique muito mais gostosa para ambas as partes.

Como resolver problema: reveja seus conceitos e prioridades. Seja coerente, se ela faz em você, por que não pode retribuir a ela? Se continuar com este pensamento, grandes chances de ser substituído pela concorrência.

Eles dizem que tem “nojinho”

Essa geração de homens ‘Tá com nojinho’ que não aprenderam a chupar uma manga na infância e hoje rejeitam mulheres por alguns pelos e aromas a mais não tem salvação. Se você, mulher, encontrou um desses, é melhor largar logo e partir para outra.

Como resolver problema: sobre isto, nada se tem a fazer. Se o cara chegou ao ponto de ter nojo, é melhor deixar a manga de lado escolher uma nova fruta para chupar. Como diria um certo Capitão… “Tá com nojinho? Então pede pra sair!”

Fonte: ManualDoHomemModerno

O post Ele não gosta de fazer sexo oral. O que fazer? apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Mitos e verdades sobre Orgasmo

Compartilhe

O Orgasmo, que corresponde ao maior momento de um prazer sexual, tem data para ser comemorado. Criado na Inglaterra por uma rede de sex shops, o Dia Mundial do Orgasmo é celebrado neste domingo (31 de julho). Esse dia foi informalmente criado na Inglaterra, após serem realizadas pesquisas que revelaram que 80% das mulheres inglesas não atingem o clímax em suas relações. E também para discutir a sexualidade e aumentar as vendas dos produtos deste tipo de estabelecimento.

O sucesso do orgasmo é o autoconhecimento. Primeiro é preciso conhecer o corpo e como ele reage aos estímulos. Para quem tanto busca e nada encontra, o segredo é relaxar. Ansiedade também é inimiga do orgasmo.

Leia também:
– Como ter orgasmos múltiplos
– Qual é a diferença entre ejaculação e orgasmo?
– Orgasmo feminino: ideias para alcançar o clímax mais rápido

Confira abaixo uma lista de mitos e verdades sobre o orgasmo:

O orgasmo é sempre muito intenso

Mito- Muitas pessoas acham que ter orgasmo é ver estrelas, entrar numa outra dimensão cósmica, uma expressão violenta de sensações e desfalecimento. As sensações do orgasmo são variáveis de pessoa para pessoa e sofrem influência de fatores intrínsecos (emoções, sentimentos, orgasmos anteriores registrados na memória) e extrínsecos (ambiente, tempo e parceria sexual).

Todo ser humano é equipado biologicamente para ter um orgasmo – Verdade. O nosso corpo está apto para o sexo e consequentemente para o orgasmo. Na dificuldade ou ausência do orgasmo, é necessário a busca de tratamento por um terapeuta sexual para investigar as possíveis causas, físicas ou psicológicas.

O orgasmo masculino é a ejaculação

Mito – O orgasmo e a ejaculação são respostas fisiológicas diferentes no homem. O orgasmo é uma resposta sensorial, enquanto que a ejaculação é a eliminação do esperma. No homem, geralmente eles acontecem simultaneamente.

Preliminares mais longas, orgasmos mais intensos

Mito – As preliminares são importantes para que a mulher chegue ao orgasmo, porém a intensidade do orgasmo depende exclusivamente da excitação, da entrega total ao momento erótico e de suas emoções.

Na transa com outra pessoa do mesmo sexo, a mulher tem orgasmos infinitos

Mito – Quando uma a mulher transa com uma outra não significa que elas terão orgasmos infinitos até que se cansem fisicamente. A mulher, assim como o homem, também tem um período chamado de resolução, ou seja, o período em que o corpo recomeça todo o processo de excitação, realização e novamente o clímax. A diferença entre o homem e a mulher é que ela continua, depois de um orgasmo, em um nível de excitação, e ele não.

Muitas mulheres precisam de estimulação clitoriana para ter um orgasmo

Verdade – Isso é perfeitamente normal e não se trata de um distúrbio. O orgasmo não depende da penetração para acontecer. Também pode ter orgasmo por penetração, mas sempre vai começar por um estímulo clitoriano.

Mulheres demoram mais para chegar lá

Verdade – De forma geral sim, porque na sua resposta sexual, elas têm mudanças anatômicas na sua genitália para que possa ser penetrada sem dor. Muitas vezes, em um encontro casual, a mulher pode ter um orgasmo dentro de poucos minutos, pelo fator fantasia do momento.

Existe Orgasmo anal, vaginal e clitoriano?

Existem zonas erógenas, tanto na região genital como em todo corpo que proporcionam excitação, variadas de pessoa para pessoa. Para os homens, as carícias na região perineal e anal podem estimular a próstata e favorecer a ereção. Para as mulheres, o canal vaginal possui uma plataforma orgástica, região mais sensível ao toque logo nos primeiros centímetros, que participa efetivamente na elevação da excitação. O ânus não é preparado anatomicamente para produzir um orgasmo. Mas orgasmo é um só e ele não é separado em vaginal, clitoriano, peniano. Ele é uma sensação do corpo inteiro. O que muda são os pontos estimulados para a excitação.

Fonte: Texto extraído do site Terra – Dra. Sylvia Faria Marzano – www.isexp.com.br

O post Mitos e verdades sobre Orgasmo apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Perdendo a vergonha de fazer Dança Sensual

Compartilhe

Uma das formas mais belas de uma mulher se sentir sensual e atraente é através do seu próprio corpo em movimento. Porém o que impede muitas vezes é a vergonha, a timidez, a falta de confiança, no que ele vai pensar, além de na hora não saber o que fazer com as mãos, nem mesmo como se expressar diante dele. Confira nossas dicas para que fique mais à vontade na hora de fazer aquela surpresa gostosa para ele:

Disposição

Para qualquer atividade física que você for fazer, incluindo a dança sensual, a primeira coisa que você deve ter em mente é a disposição! Se você deseja fazer uma surpresa pra ele, tem que aprender a dançar sensualmente. Crie na sua rotina diária pelo menos 30 minutos de exercícios que envolvam os movimentos dos quadris, postura e equilíbrio. Pode ser até na hora que você está lavando a louça (sozinha em casa). Lembre-se de perceber qual horário você tem mais energia, e “mãos a obra!”.  O importante é ter vontade de aprender e treinar sempre que possível.

Espaço com privacidade

Tenha um lugar reservado e com privacidade na sua casa para a prática da dança sensual, de preferência que não tenha gato, cachorro ou papagaio por perto… enfim, nada pode tirar sua concentração! Neste primeiro momento, dance livremente, mas não em frente ao espelho! E sim, de olhos fechados e sem estar com salto alto! Esta é uma forma de você estar mais conectada com a alma, sentindo a dança e a música, percebendo seu corpo em movimento e mais nada! Além de você ficar livre de preocupações como: “Ai tenho que emagrecer pra fazer esta dança!”ou “Tenho que ganhar uns quilinhos a mais”…e por ai vai. Você vai ver o quanto pode ser prazeroso!

Música adequada

Escolha uma música que tenha muito a ver com você e com seu ritmo. Eu sugiro que você escute bem antes, de preferência, que sejam músicas mais envolventes, onde você perceba que é possível sentir e dançar a música, e não com a música, pois existe esta diferença! Escolha aquela música que faça você se sentir uma Deusa, uma mulher poderosa. Essa música é que vai entrar na sua alma e fazer você arrasar na frente dele.

Caminhada sexy com salto alto

Já parou para pensar no quanto você se torna sexy, linda e poderosa com salto alto? Pois bem, assim como muitas mulheres dão um show apenas por estarem caminhando na rua com um destes, existem algumas mulheres que não sabem caminhar em um salto alto ou até mesmo tem vergonha de usá-los por conta disto. Para aprender a dançar sensualmente é importante que esta prática esteja bem resolvida! Coloque um salto alto que você se sinta confortável, não necessita ser um salto 15, mas aquele que você sente equilíbrio e segurança. Comece caminhando como se estivesse desfilando, cuidando da postura, sentindo-se uma estrela de cinema…cruzando uma perna na frente da outra. Procure fixar para um ponto na altura do seu olhar e aos poucos vá incorporando movimentos sensuais de dança como se estivesse bem leve e solta…ah! E lembre-se, para ser sexy e sensual tem que rebolar…e não esquece de respirar. Pode treinar em casa mesmo, quando estiver fazendo alguma tarefa.

Faça as pazes com o espelho

Agora sim, você já está mais confiante e deve ficar bem amiga do seu espelho! Antes de mais nada, a imagem que você vê refletida deve estar agradável, então nada melhor que vestir uma lingerie bem sexy, ou uma roupa bem confortável! Passe um creme delicioso no corpo (no máximo de tempo que puder) e faça isso com prazer! Ao aplicar o creme você estará treinando para sua dança sensual, pois vai ter passos em que você passará a mão no seu corpo de maneira mais ousada. Em frente ao espelho faça movimentos de quadril “em 8”, caminhada sexy, passe as mãos pelo corpo deslizando e dançando o tempo todo… agora é a hora de apreciar os movimentos e mandar a vergonha embora! Olhe para o que você mais gosta em seu corpo e valorize, diga a si mesma: “como eu sou sexy!”

Elemento Cênico

Uma cadeira sem braçadeiras é o elemento cênico que você poderá usar para iniciar sua dança. Não se preocupe tanto com a técnica e sim com sua postura, com o olhar e forma como você irá se expressar! Nessa hora, tenha consciência que seu corpo fala, então algumas dicas são preciosas como: Cuidar para não olhar para baixo enquanto dança, pois a vergonha não deverá estar em primeiro plano e sim sua coragem e confiança! Coloque a cadeira onde você poderá ter espaço para dançar em volta dela e com ela, comece com uma caminhada sexy em volta da cadeira, apoie os braços no encosto, encoste o bumbum na parte do encosto, desça e suba pelo menos 3 vezes, depois siga apoiando uma das pernas na cadeira. Deslize sua mão sobre suas pernas e suba até o seu pescoço como se estivesse se ensaboando… faça isso pelo menos uma vez de cada lado! Esta é uma das sequências que você poderá repetir até fazer de uma forma bem confiante e natural! Deixe um espaço para sua criatividade e treine muito. Com certeza seu corpo e sua alma agradecem e ele não vai desgrudar o olho de você.

Atitude na hora certa

Mais dia, menos dia…alguém faz o que você adia! Um dos desafios e impasse de inúmeras mulheres por não colocarem em prática a dança sensual, é o que eles vão achar, ou por medo ou por insegurança. Em primeiro lugar eu digo, faça por você mesma! Se você aprender a dançar sensualmente já é um diferencial que fará de você uma mulher muito especial, que agrega muito valor pessoal, pois além da desinibição corporal, você ganha confiança e se for dançar para ele, reforça ainda mais o relacionamento, então, ATITUDE!

Ame-se por inteira

Não tem como você fazer uma dança sensual se não estiver se amando por inteira! O que vem em primeiro lugar e impede de uma mulher arrasar na sua dança sensual é a vergonha do próprio corpo. Ame-se por inteira, de verdade, sem meios pedaços! Outra dica: não coloque tanta expectativa no outro… se essa pessoa que está com você te escolheu, vale estas perguntas: vocês tem intimidade? Ele te admira? Tem tesão por você? Faz elogios pra você? Se suas respostas foram sim, não tem porque você ter vergonha… e o que ele vai pensar, ai é uma opinião dele! As chances dele ficar ainda mais apaixonado é grande. Outra dica: você deverá dançar para alguém muito especial que já te conquistou, e não para conquistar alguém. Pois se vocês não tem tanta intimidade não saberá como o outro irá reagir, então é preciso conhecer e dar tempo ao tempo, aí o sucesso da sua performance e da sua relação será garantida!

Boa sorte!

Fonte: texto extraído do site Superela

O post Perdendo a vergonha de fazer Dança Sensual apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Traição tem perdão? Como reagir diante da infidelidade

Compartilhe

A infidelidade é uma questão que permeia os relacionamentos e assusta muitas pessoas. É indiscutível que a deslealdade abala a confiança do casal. Mas a questão é: traição tem perdão? Na verdade, tudo depende de uma reflexão em conjunto para avaliar se é possível continuar. Cada caso é um caso e só quem passa pela situação é quem sabe o melhor para si.

Quando acontece uma traição e há desejo de deixar o erro no passado e retomar a relação, o primeiro passo é compreender o que aconteceu. “A maior parte dos casais precisa do auxílio de um terapeuta para enfrentar esse processo. É importante contar com interlocutor neutro, que ajude o casal a expor seus sentimentos e refletir honestamente sobre o ocorrido.

Entenda quando traição tem perdão

Uma relação pode ser reconstruída após uma traição. Mas não é um processo fácil. É preciso ter comprometimento, tolerância e muita vontade de continuar com o outro. Perdoar depende, portanto, do quanto realmente ambos querem continuar juntos.

O parceiro que foi infiel precisa estar disposto a reconquistar a confiança do outro. Para isso, terá que usar de toda transparência com o parceiro. Para quem foi traído, mesmo que opte por permanecer com a outra pessoa, é preciso ter consciência de que a desconfiança não vai desaparecer de um dia para o outro.

O casal deve fazer alguns acordos novos, em que a pessoa traída oferece um voto de confiança ao que traiu e o outro se compromete a ser verdadeiro. De qualquer modo, reconstruir uma relação de confiança é um processo que exige tempo e paciência de ambas as partes.

Por que as pessoas traem?

A verdade é que a traição nem sempre tem uma motivação em especial para ocorrer. Segundo psicólogos, é instinto natural sentir desejo por outras pessoas, mas isso não é uma desculpa. Afinal, nós somos seres pensantes, não somos dominados apenas pelos instintos. Nós temos o poder de avaliar e decidir o que é melhor.

O que acontece em alguns casos é que as pessoas não querem abrir mão da satisfação dos seus desejos em troca de algo maior. Depois, se arrependem. O envolvimento com um terceiro acontece muitas vezes de forma sutil. De repente, ele está ouvindo confidências e sabendo de detalhes da vida do parceiro que nem mesmo o cônjuge sabia.

Uma das melhores formas de proteger a relação é compartilhar a sua intimidade emocional apenas com o parceiro. Para isso, manter a proximidade e um diálogo aberto são aspectos fundamentais. Fazer coisas novas, aprender e ter prazer juntos são ótimas formas de proteger a relação e garantir uma vida mais alegre e cheia de descobertas.

E você, acha que traição tem perdão? Deixe a sua opinião nos comentários!

Fonte do texto: site Doutíssima

O post Traição tem perdão? Como reagir diante da infidelidade apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.

Conheça sua Vagina: um Bate Papo informal

Compartilhe

Toda vez que eu escrevo algum artigo falando sobre saúde sexual neste blog, muita gente já pensa: “Ah, lá vem aqueles papos científicos. Nem vou ter trabalho de clicar neste link.” Então para chamar sua atenção, mudei propositalmente o título deste post.

Primeiramente seria “Curiosidades sobre a Vagina” ou “Tudo o que você precisa saber sobre sua região íntima”, mas resolvi modificar a abordagem desta vez e falar tudo em “primeira pessoa”, como se a ‘própria’ estivesse falando num gostoso e divertido bate papo. Quem sabe assim você (homem ou mulher) se interessa e saiba um pouco mais sobre a nossa amiguinha… Vamos lá?

“Olá, tudo bem? Eu sou a tal da ‘Dona Vagina’, mais conhecida como PPK, Perseguida ou todos aqueles outros nomes pejorativos que estão acostumados a gritar e chamar entre quatro paredes. Sou o motivo de inspiração para os homens! Eles chegam a virar poetas quando descrevem o que é penetrar uma mulher. Falam que vão aos céus com a sensação morna, úmida, escorregadia e tão acolhedora que só a Vagina pode proporcionar.

Como eu sou?

Bem, pensa no tamanho de um chocolate Prestígio. Esse é o meu tamanho médio, com cerca de 8 centímetros (da vulva ao colo do útero). Tenho lindos lábios, a Campainha do Prazer logo acima (nome oficial: clitóris) e a Entrada do Paraíso (a vagina propriamente dita).

Quando estou em estado normal,  as células que formam as paredes dos vasos sanguíneos da região vaginal ficam grudadas. Nada passa entre elas. Tudo está “seco”. Aí vocês começam com aqueles amassos gostosos no escurinho do cinema, por exemplo, eu fico excitada, nervosa!! Este processo todo é ligado ao cérebro e a lubrificação envolve todas as glândulas localizadas na minha entrada. Logo em seguida, as paredes dos vasos sanguíneos da região se transformam. As células se afastam uma das outras, abrindo “buracos” nas paredes dos vasos, deixando o local mais “inchado”.

Nesse meio tempo, aumenta o fluxo de sangue na vagina e eu aumento para 10 ou 15 centímetros. Sou a verdadeira “Preparada” que vocês tanto falam ai. E tem mais: o diâmetro pode crescer até dez vezes mais. Toda essa elasticidade é uma sábia artimanha da natureza para enfrentar todos os “calibres” e facilitar a saída do bebê no parto normal.

Caso você não fique “molhada” o suficiente, pode acontecer atrito com nosso amigo pênis, causando mini fissuras na vagina por onde podem entrar bactérias e causar infecções. Por isso a lubrificação na mulher é tão importante na relação assim como a ereção é para o homem.

Sabe do que eu gosto?

Adoro sentir tesão! Pra isso é bom prestar atenção bem no comecinho da vagina. A maioria das terminações nervosas responsáveis pelas sensações de prazer (e revirar dos olhos) encontra-se no início. Na porta de entrada, mais precisamente nos 5 centímetros iniciais. Se o moço mexer direitinho com os dedos lá dentro, bem provável que encontre meu ponto fraco. É um pequeno pontinho que eu chamo carinhosamente de G. G de Gostoso!

Eu quase morro quando ficam me bolinando ali… Isso significa o seguinte: o tamanho do pinto dele não é mesmo documento. Mas tem que saber trabalhar direito, rapaz! Faça o favor de ser criativo e ter pegada forte, senão eu não te quero uma segunda vez!

Não posso deixar de falar aqui sobre a minha pérola do prazer: o Clitóris! Aquilo ali é uma loucura. Quando eu encontro uma boquinha inteligente e uma língua cheia de atitude, que estimula do jeito que eu gosto, ocorre um aumento de fluxo sanguíneo na região e um arrepio tão grande no corpo que as pernas se abrem automaticamente. Assim, ela aumenta de tamanho e fica muito lubrificada. E um homem que descobre como nos dar prazer desta forma, não tem como esquecer!

Falando sobre a estética…

Outro detalhe que convém eu falar, afinal tem muitas mulheres que sentem vergonha disso, são em relação aos lábios vaginais. Assim como um peito costuma ser diferente do outro, essas assimetrias são super normais e não interferem no meu prazer ou na minha saúde. Na hora do “bem bom”, os homens não ficam reparando se os lábios estão dois centímetros a mais pra esquerda ou pra direita. Amiga, presta atenção! Nestas horas eles nem sabem em que mundo estão… Aproveita e distraia a atenção dele com gemidos e pra ele fazer mais forte (aposto que aí mesmo é que ele vai fazer questão de entortar tudo!). Então esquece esta bobagem ai.

Mesmo assim, se você se sente muito incomodada com a minha aparência, saiba que existem cirurgias capazes de criar uma nova aparência. Está espantada? Eu também posso ir ao cirurgião plástico, oras… A Labioplastia, por exemplo, corrige lábios volumosos demais. Normalmente, o médico simplesmente retira o excesso de pele. Já a Lipoaspiração do monte de Vênus (o capô do Fusca) acaba com aquele aspecto gordinho que algumas de nossas donas têm na região dos pêlos pubianos. Mas trata-se de uma intervenção puramente estética. Tem homens que adoooooram “passear de Fusca”, sua boba!

Ah, já ia me esquecendo… Tem também aquela operação para diminuir e estreitar o canal vaginal. Ficar mais apertadinha, sabe? Tipo “relembrar os velhos tempos”. Os médicos, entretanto, indicam apenas para mulheres que perderam o tônus muscular por causa da idade ou de gestações.

Vamos nos exercitar?

Mas eu vou te dar uma dica de ouro parar me deixar em forma desde agora: SEXO. Eu adoro sexo! Sabe por que? Como qualquer outra parte do corpo, eu também preciso de exercício! Isso ajuda a deixar meus músculos saudáveis e em forma.  “E se eu passar certo tempo sem “dar uma”, com certeza posso acabar perdendo elasticidade (pelo menos é isto que falam os ginecologistas). E consequentemente minha dona vai ficar de mau humor, com a pele feia, indisposta e por aí vai. Isso é cientificamente comprovado (na prática também!).

Então bora arrumar um P.A., um “fincante” ou colocar o parceiro na parede e intimar: “Escuta aqui, te prepara que hoje tem sexo nesta casa!” Na falta de um integrante masculino, melhor praticar “sexo solo” (vibrador é que não falta neste mundo) ou  pompoarismo pra me ajudar, né? Ninguém merece ficar no ostracismo!

Pra quem não sabe, pompoarismo é uma ginástica sexual feminina, onde exercitamos nossos músculos internos. Depois de fortalecidos, eles se tornam tão poderosos quanto a nossa boca fazendo sexo oral! Não há serumaninho do sexo oposto que resista! É o que eu chamo de “Treinamento pra ser a PPK do Mal”!!

Você sabia que eu adoro um espelho?

E você nem me olha, né? Que feio isso! Você tem vergonha de mim? Sabia que examinar a região genital, pelo menos de três em três meses é uma ótima maneira de conhecer melhor o corpo e de perceber alterações que indicam se há algo errado?  Repare em mim, por favor! Veja se tem algum nódulo, inchaço, verruga ou qualquer outro tipo de lesão. Se aparece uma espinha no rosto, você já faz um escândalo! Agora se eu to dodói, você está sempre prorrogando ginecologista. É que nem carro, tem que faz revisão sempre pro motor estar em dia.

Eu mando sinais de S.O.S quando tem algo errado! Poxa, você não vê aquelas mensagens que eu te mando? Aquelas tipo corrimento com características específicas, como mau cheiro, coloração diferente, acompanhado de coceira ou ardor. Se encontrar algo que não pertence a este corpo, não hesite! Vá ao médico o quanto antes porque pode ter algum probleminha a caminho.

Mas tem corrimento que é normal. Se ele não tem cheiro nem provoca ardência ou coceira, provavelmente trata-se de uma secreção produzida por bactérias do bem (gracias!). Elas funcionam como um exército, impedindo que microrganismos ruins, os que causam infecções, apareçam.

Eu posso produzir até duas colheres de chá deste tal corrimento por dia, mas isso é durante a ovulação. É que nesse período, que corresponde à metade do ciclo menstrual,”minha fábrica” produz um corrimento semelhante à clara de ovo. Ele serve tanto para “limpar” a casa, levando para fora células mortas ou outras impurezas da região, como para carregar os espermatozóides para dentro do útero (que máquina!).

Cuide de minha saúde, por favor!

Um alerta importante é fazer exames regularmente, não só quando aparece coceira ou cheiro duvidoso! Lembra que tem muito fungo e bactérias rondando as “pepequinhas”distraídas e desprevenidas por ai. O Papiloma, por exemplo… aquele bandido é um instruso e tanto! Mas quando há infecção por HPV na região, o tratamento é feito com cauterizações e aplicação de medicamentos. Não custa lembrar: 90% das contaminações acontecem por contato sexual com uma pessoa infectada. Os outros 10% são transmitidos via toalhas de banho, sabonetes.

Sabe o que isto quer dizer? Mais cuidado comigo, viu? Fazer o favor de embrulhar o “pirulito” do crush antes de entrar na minha casinha. Sabe-se lá onde aquele canalha andou! Depois você fica ai que nem uma  louca correndo atrás do prejuízo. Sexo seguro sempre! Cara bonita não previne doenças, camisinha sim!

Falando de higiene…

Banho sempre, claro! Mas sem exageros! Não precisa ir de escova e sabão pra cima de mim. A natureza me fez autolimpante (tipo aqueles fogões modernos). Quando a flora (formada por bactérias boas) está em equilíbrio, o ácido lático me mantém livre da proliferação de microrganismos indesejáveis. Mas quando eu não estou boa… Médico novamente! Não deixe pra amanhã se pode marcar uma consulta agora!

As farmácias estão cheias de produtos para a minha beleza, mas a opinião dos médicos não é unânime em relação ao uso deles. Enquanto alguns recomendam apenas sabonete neutro para evitar a desestabilização do pH vaginal, outros acreditam que o específico, por conter ácido lático, impede a proliferação de germes. Se está tudo bem por aqui, continue usando o seu de costume.

Agora cá pra nós… Digamos que surgiu uma emergência (por exemplo ir ao médico de última hora, sair com um gato em especial ou sei lá… a vida é cheio de imprevistos). Dois tipos de produtos salvam a Pátria: lencinhos umedecidos ou então sabonete de limpeza íntima. Funcionam que é uma beleza, porém  para ficar longe de irritações, a regra é pegar leve: nada de usar esses produtos toda hora.

Em relação aos pelinhos, o estilo “Floresta Amazônica” está fora de moda. Aparar a grama antes do jogo faz bem. Além se ser bem mais higiênico, fica esteticamente mais bonito e agradável para receber sexo oral.

Cuidados essenciais comigo

Agora presta bem atenção no que eu vou te dizer, cara colega. Tem alguns cuidados que eu, Dona Vagina, sua grande amiga, adoraria que você tomasse: dormir sem calcinha e não usar meia calça diariamente. Preciso pegar um ventinho de vez em quando. Quando for à praia “pelamordedeus” tira aquele biquíni molhado que você fica o dia inteiro! As bactérias e fungos ficam loucos pra entrar em mim… Te liga! E quando eu estiver nos meus dias de “Cartão Vermelho” troque o absorvente a cada duas horas no máximo. Senão a coisa fica sinistra aqui embaixo. Nem eu me aguento! Falo isso porque tem muitas mulheres aí que esquecem estes detalhes básicos e depois quem sofre sou eu!

Barulhos inconvenientes

Já falei demais, né? Antes de terminar, eu queria contar um lance meio chato… Tem momentos que eu fico tão constrangida que dá vontade de me encolher toda que nem o amigo enrugadinho lá de trás! Às vezes, eu posso fazer barulhos esquisitos durante a transa. Juro que não é de propósito! Mas eu não tenho como evitar! Tudo isso acontece por culpa do seu latin lover… Dependendo da forma (e ângulo) que ele faz a festa, permite a entrada de ar aqui dentro. Gente do céu! Isso me deixa tão aflita! O ar que entrou só vai sair quando o pênis for retirado. Aí vem a desgraça… aquele som (mortal) de pum!

Dicas e soluções para estes momentos: sorria ou faça cara de paisagem! Leve na esportiva, afinal essas coisas acontecem mesmo e são absolutamente normais. Óbvio que este momento vai servir de piada pro resto de seus dias, mas tudo bem… Abapha o caso!

Poderosa!

Isso ai! Sou poderosa mesmo, mas vai depender da inteligência e sensatez da minha dona. Pena que muitas não sabem aproveitar este poder e acabam “me dando” para o mais fdp que encontram… (depois ficam chorando pelos cantos).

Amiga, espero que tenha gostado deste nosso pequeno bate papo. Na próxima vez vamos chamar o nosso amigo Pênis para um “papo cabeça” em nosso blog. Aguardem as próximas postagens.

Autoria: Alessandra A. – adm Meus Fetiches

O post Conheça sua Vagina: um Bate Papo informal apareceu primeiro em Meus Fetiches Sex Blog.